Preço da gasolina cai em 17 Estados e sobe em 9 e no DF, diz ANP

0

Narcelo D. Sants/Framephoto/Estadão Conteúdo – 18.2.2016

O valor médio da gasolina vendida nos postos brasileiros recuou em 17 Estados brasileiros na semana passada, segundo dados da ANP (Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), compilados pelo AE-Taxas. Na média nacional, no entanto, houve uma leve alta na semana passada nos postos de 0,10%, para R$ 3,886 o litro, por conta de aumentos em São Paulo e no Rio de Janeiro, grandes mercados consumidores.

Em outros nove Estados brasileiros e no Distrito Federal houve aumento nos preços do combustível de petróleo.

Em São Paulo, maior consumidor do País e com mais postos pesquisados, o litro da gasolina avançou 0,79% na semana passada, de R$ 3,663 para R$ 3,692, em média.

No Rio de Janeiro, o combustível saiu de R$ 4,214 para R$ 4,233, em média, entre os períodos, alta de 0,45%.

Em Minas Gerais houve queda média no preço da gasolina de 0,73%, de R$ 3,984 para R$ 3,955 o litro.

Preço do etanol sobe em 12 Estados e no DF

Já os preços do etanol hidratado nos postos brasileiros subiram em 12 Estados brasileiros e no Distrito Federal na semana passada. Em outras 13 unidades da Federação houve recuo nos preços do biocombustível. A ANP continua sem divulgar os valores nos postos do Amapá.

Em São Paulo, principal Estado produtor e consumidor, a cotação média do hidratado apresentou alta de 0,53% na semana, de R$ 2 476 pra R$ 2,489 o litro. No período de um mês, os preços do combustível subiram 1,88% nos postos paulistas.

A maior alta no preço do biocombustível na semana passada, de 1 57%, foi no Rio Grande do Sul. A maior baixa semanal, de 2,48%, ocorreu em Mato Grosso. Na média dos postos brasileiros pesquisados pela ANP, houve alta de 0,11% no preço do etanol na semana passada sobre a anterior.

No período de um mês, os preços do etanol subiram em 13 Estados, com destaque para Amazonas, com alta de 5,11%, e Goiás, com aumento de 4,21%. O maior recuo mensal foi em Mato Grosso do Sul, de 2 08%. Na média brasileira, o preço do etanol nos postos brasileiros pesquisados pela ANP acumulou aumento de 1,22% na comparação mensal.

No Brasil, o preço mínimo registrado na semana para o etanol em um posto foi de R$ 2,049 o litro, em São Paulo, e o máximo individual foi de R$ 4,25 o litro, no Rio Grande do Sul. O menor preço médio estadual foi de R$ 2,397 o litro, em Mato Grosso, e o maior preço médio ocorreu no Acre, de R$ 3,632 o litro.

Competitividade

Os valores médios do etanol hidratado seguem competitivos sobre os da gasolina em postos dos Estados de São Paulo, Mato Grosso, Goiás e Minas Gerais pela oitava semana consecutiva, segundo dados da ANP. O levantamento considera que o combustível de cana, por ter menor poder calorífico, tenha um preço limite de 70% do derivado de petróleo nos postos para ser considerado vantajoso.

Em Mato Grosso, onde o etanol é o mais competitivo, o biocombustível é vendido em média por 60,26% do preço da gasolina. Em São Paulo a paridade está em 67,42%, em Minas Gerais o etanol vale, em média, 67,08% do preço da gasolina e, em Goiás, a paridade é de 68,69%.

A gasolina é mais vantajosa principalmente em Roraima. Naquele Estado, o preço do etanol atinge 95,69% do cobrado em média pela gasolina.

Febre amarela: saiba mais sobre esse mal

0

Após a confirmação na última sexta-feira, 20, de que um macaco encontrado morto no Horto Florestal, na zona norte de São Paulo, estava infectado pela febre amarela, a Secretaria de Estado da Saúde informou que pretende vacinar um milhão de pessoas que moram no entorno do parque.

Foto: Shutterstock
Coração e Vida – Saúde

Foto: Shutterstock

LEIA MAIS…

O post Febre amarela: saiba mais sobre esse mal apareceu primeiro em Coração e Vida.

Adolescente é assassinado no bairro Cidade Nova

0

Na noite de domingo (22), dois adolescentes foram baleados no bairro Cidade Nova, em Aracaju. Um deles veio à óbito a caminho do Hospital de Urgência de Sergipe (Huse). Outro menor de 17 anos está internado na unidade.

De acordo com a Polícia Militar, dois homens em uma motocicleta se aproximaram das vítimas e o garupa desferiu os tiros. Juan Cleiton de Farias Santos, de 14 anos, morreu na ambulância. O outro adolescente passou por cirurgia e o quadro de saúde atual é estável.

 

Ferrovia Norte-Sul e Ferrogrão hoje não são atrativas, diz CEO da Rumo

0

SÃO PAULO (Reuters) – As concessões das ferrovias Norte-Sul e Ferrogrão como estão hoje não são atrativas, disse nesta segunda-feira o presidente-executivo da Rumo, Júlio Fontana Neto.

“Os números de demanda previstos pelo governo nos parecem superestimados”, disse o executivo a jornalistas, durante apresentação sobre planos para antecipar a renovação da malha paulista, que vence em 2028.

None

None

(Por Aluísio Alves)